E falando em comida, onde comer em Paris?

Bom, como boa parte das decisões que a gente toma, onde comer é uma eleição muito pessoal. Depende do gosto de cada um e de quanto está disposto a investir em determinado momento.

No meu caso, que não me incomodo em cozinhar, inclusive gosto e levo jeito, a opção de sair para comer precisa ser boa. Ou melhor ficar em casa!

Acho que boa comida é obrigação em qualquer restaurante. O preço deve variar em função da complexidade do prato, tipo de ingredientes, ambiente em geral, serviço e por aí vai. Ou seja, barato ou caro, um restaurante precisa oferecer uma comida honesta e o preço precisa ser compatível com que se oferece.

Vou começar pelo que não gostei. Le Relais de l’Entrecôte, é uma cadeia de restaurantes, fui no de Montparnasse. Recebi uma boa indicação, vi filas e filas na porta e deduzi que só poderia ser um bom lugar. Fui com a expectativa alta e achei fraco. É assim, primeiro só existe uma opção que é uma saladinha verde meio safada de entrada, o tal do Entrecôte que chegou flutuando em molho e batata frita, que sim estava bem feita. Como sobremesa, a super especialidade da casa, um profiteroles que tinha o mesmo sabor de qualquer outro congelado. Tomei uma taça (não uma garrafa, uma tacinha) de vinho tinto e um café. Saiu por 40 euros! A comida estava ruim? Não, mas não valia esse valor mesmo. Será que dei azar no dia? Talvez, mas não tenho a intenção de voltar para confirmar. 

Então, vamos aos que recomendo, alguns já contei por aqui em algum momento. Pasco http://restaurantpasco.com/ , ótima comida, tradicional com certa criatividade, serviço simpático. Chez Andre, 12 rue Marbeuf, 0147205957, apertado como qualquer bistrot parisiense ainda que o local nem seja tão pequeno, melhor fazer reserva, a comida é ótima e bem servida. Chez Janou, http://www.chezjanou.com/, uma graça, público um pouco mais jovem, mas nada incômodo. Chez Marcel, 7 rue Stanislas, 0145482994, um bistrot mais típico seria impossível, pequenininho, é levado por um casal simpático de senhores, o preço é mais do que justo e a comida é ótima, achei romântico. Les Papilles, http://www.lespapillesparis.fr/, considerado um dos melhores bistros de Paris e acho que com justiça, mantém a informalidade, mas os pratos são mais complexos e muito bem elaborados. Vini Lounge, http://www.vinilounge.fr/, é um bar à vin, modernoso, sempre aberto, bom atendimento, pratos bem cuidados, ótimos vinhos e preço justo. New Jawad, http://www.newjawad.com/, comida da indiana e paquistanesa, para variar um pouco, né? La Place Royale, 2 bis. Place des Vosges, 0142785816, bom, só de ser na Place des Vosges já ganha pontos, mas ainda por cima, a comida é boa e o atendimento atencioso, é correr para o abraço!

Qualquer creperia da rue Monptparnasse, deve haver pelo menos uma meia dúzia. São simples, apertadinhas, baratas e legais. Aliás, qualquer creperia do meio da rua também serve. Aquele crepe quentinho, feito na hora, com o queijo derretendo e uma pimentinha do reino é o céu!

Também como maravilhosamente bem na casa do nosso amigo francês, mas esse, infelizmente não posso recomendar.

11 comentários em “E falando em comida, onde comer em Paris?”

  1. Oi Bianca

    E no seu bairro como são os mercados, feiras, padarias?
    Também deve ter ido a muitas. Eu adoro os pães dai.
    Quando voce volta para Madrid?
    Manda um beijo pro Luiz.

    Marianne

  2. Grandes dicas de onde comer. Anotei todas, pois na semana de 23/05 estarei me esbaldando em Paris. Fiquei em dúvida se eu que te passei a dica (sorry se fui eu) do Le Relais de l’Entrecôte, pois eu e a Lygia amamos. Só conhecemos o Relais de l’Entrecôte Saint Germain, que fica perto do Cafe Flore. A comida realmente é simples, mas se você se concentrar apenas no entrecote e no molho é bem gostoso. É apenas uma opção para uma paradinha rápida de almoço pra quem passeia pela Rive Gauche. Bjs

  3. Oi, Augusto! Tranquilo, essas coisas acontecem. Talvez em algum momento tenha sido melhor, como escrevi, fazia fila na porta! A gente foi crente que ia adorar e se decepcionou. O problema para mim não é ser simples, mas o preço precisaria ser compatível, além do mais eles erraram um monte de coisas! Sei lá, se a gente deu azar… pode ser. Agora, as outras dicas, garanto. Acho que os que vocês curtirão mais são o Chez Marcel (esse sim, simples, típico e corretíssimo) e o Les Papilles (pela qualidade gastronômica, mesmo sendo só um bistrô). A única coisa é que tem que se preparar psicologicamente para aquele aperto claustrofóbico. Menos mal que agora não se fuma nos ambientes fechados, porque era impraticável. De repente, a gente podia se encontrar por lá, me atrai mais que Milão, que acho meio sem graça. Besitos

  4. Fui no Chez Andrez,

    O atendimento é péssimo as garçonetes são mal humoradas porque não falam inglês direito.

    Nunca tinha ido a Paris, minha mulher pediu um Salmão pois era impossível se comunicar eu não falo francês eles não falm nenhuma língua que eu falo ai a porcaria do Salmão era crú…

    Dica: Salmão ao estilo parisiense é peixe crú com maionese totalmente gelado.. ao falar com a gaçonete faltou somente ser agredido.. se não bastasse o frango tinha aquele gosto horrível de granja o pato estava duro e não conseguiram nem trazer as bebidas direito apontando no cardápio…

    Não recomendo para quem não fala francês e eu comi um magret de carnard que estava péssimo, dos dias que fiquei em Paris foi o pior atendimento e a pior comida. Estranho porque o restaurante estava lotado de franceses o que me parece um bom sinal.

    o Relais de Entrecote foi ótimo na mesma rua em frente !!!

  5. Oi, Daniel! Infelizmente, não falar francês ainda é uma barreira em Paris, acho até que melhorou um pouco, mas em geral eles realmente não tem muito boa vontade com isso. Minha experiência por lá foi bem melhor, mas fica aí registrada sua queixa e o alerta a quem mais quiser se atrever a tentar.

  6. Olá pessoal!

    Ai me deu medo hein!!
    Vamos estar lá em agôsto, não falamos inglês muito menos francês, tò frita rsrsrs.

    Mas nada como uma boa mimica, ou vai ser mesmo só no crepe..

  7. oi sou brasileiro e me chamo Naira,

    vou a Paris em fevereiro , gostaria de uams dicas de clima, comida e lugares legais para comprar …

    abraços

  8. hoje em dia , alguem sabe os preços nos restaurantes de Lisboa e Madri, e como identificar um local bom para refeições.
    Somos brasileiros e vamos viajar no inicio de marco/2012.

  9. Eduardo, em Madrid depende, mas te dou uma ordem de grandeza. Durante o almoço, muitos restaurantes fazem um preço fixo de “Menu”, que geralmente incluem entrada, prato principal, sobremesa (ou café) e uma bebida. Esse menu costuma custar entre 9 e 15 euros. Não é nada de alto luxo, mas são bem honestos e boa comida. Não costuma haver esse menu para o jantar. Fora esse “menu”, os preços dos restaurantes em geral podem variar bastante de acordo com o nível de sofisticação que você buscar. Aqui mesmo no blog já dei várias dicas de lugares para ir, você pode ler nesse post https://buracodafechadura.com/2010/06/27/madri-onde-comer-melhor-e-o-que/ ou nesse https://buracodafechadura.com/2011/08/08/paralelo-cero-um-restaurante-que-ja-nasceu-entre-nossos-favoritos/. E não esquece de ler os comentários também, porque às vezes tem alguma dica mais atualizada! Boa viagem!

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s