Escudo protetor: ativar!

Tenho escutado uma quantidade de notícias bizarras avassaladoras! E vindas de todos os lados, de gente conhecida, desconhecida, da mídia, das redes sociais, do meu vizinho… sabe quando de repente você tem vontade de dizer: pára que eu quero saltar! Não teria um bonde mais divertido? Ou pelo menos, mais razoável?

Parece o livro do Saramago, Ensaio sobre a cegueira, só que a epidemia seria de loucura temporária. Quer dizer, espero que temporária, tenho esperança que logo desça uma nuvem de bom senso.

Não vou entrar nas histórias, porque não são minhas e só me sinto no direito de falar do meu umbigo. Mais não são uma nem duas, veio uma avalanche de absurdos!

Deve ser o ano do Dragão entrando, sei lá!

Fico dividida entre o dilema de sentir pelas pessoas mais queridas e, ao mesmo tempo, chegar à noite e dizer para mim mesma egoísta, por favor que não seja comigo, que não me atinja, que passe direto. Às vezes, me dá até vergonha de pensar assim.

De certa maneira, nos antecipamos às mudanças e sacudimos a poeira da nossa casa antes. Se o mal passou, não nos reconheceu, ou ficou com preguiça de subir as escadas. Ou nisso prefiro acreditar.

Sempre me lembro de um ditado que aprendi nos EUA, “ignorance is bliss”, ou a ignorância é uma alegria. E tem horas que passo pela tentação de não querer saber nada de ruim, nem meu, nem de ninguém. Sei que é impossível e, pelo menos conscientemente, não me isolo dos problemas alheios, porque também me tocam de uma forma ou de outra. Mas juro que nas duas últimas semanas me dá uma vontade danada de virar um avestruz, simplesmente não ouvir e seguir no meu planeta feliz!

Minha bolha de proteção, por favor! Sei que ela não existe, mas assim como os amigos imaginários infantis fazem companhia, as crenças e amuletos amenizam. Minha natureza me recorda para prestar mais atenção, desconfiar mais das pessoas e evitar maiores riscos, mas a idade me ensina que a generosidade também protege. Que eu saiba alimentar o cão certo e seja salva pelas minhas asas.

E falando em animais e suas asas, que esse dragão com corpo de serpente se lembre que também tem as dele, pare de se rastejar e soltar fogo pelas ventas e alce logo o seu vôo.

2 comentários em “Escudo protetor: ativar!”

  1. oi! bianca tudo bom. como esta espero que bem. olha cyndi arrasou no grammy desta vez ela levou sua mâe, foi maravilhoso o lamentavel foi só a morte da whitney. acho que ela se suicidou drogas e alcóol anti depressivos. lamentavel. um besitos.

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s