Esperando…

Passado o turbilhão que foram as duas últimas semanas, as coisas se acalmaram.

No próprio sábado em que fiz a transferência dos embriões, fomos a um jantar na casa de uma amiga. Fiz questão de ir porque foi justamente essa amiga que me recomendou meu médico e, portanto, como toda essa história de fertilização in vitro começou. Excelente forma de fechar esse ciclo.

Foi bem sossegado, pouca gente e papo ótimo! Deu para a gente conversar bastante e nos divertimos com o Luiz contando seu lado da história, na saga para conseguir os espermatozóides, digamos assim!

No domingo, não acordamos tão tarde e fomos almoçar no La Candelita, nova descoberta de restaurante pelo bairro de Chueca, uma delícia! É um Venezuelano-fusion, charmoso, boa comida, atendimento simpático. Nos domingos, servem um ótimo brunch, coisa que vem se tornando cada vez mais usual em Madri, felizmente!

Considerando que meu ritmo selvagem de baladas caiu radicalmente, desconfio que entraremos em uma fase de explorar os restaurantes da redondeza. Acho que uma vez ou outra, seguiremos pelos clubes de jazz, até porque já não se fuma em espaços fechados, uma benção para nossos pulmões! Mas definitivamente, os programas diurnos e mais leves ganharão nova prioridade, o que não acho nada mal.

A única coisa chata, é que após passar duas vezes por uma sala de cirurgia na mesma semana, minha resistência caiu e quando isso acontece, fico alérgica. Não deu em outra, fiquei meio entupida e com a garganta incômoda.

Segurei minha onda, não fui ao ensaio do coral ontem e dei uma caprichada na alimentação. O caldo de feijão carregado no alho, por exemplo, passou a fazer parte do meu cardápio diário. Falando nisso, às vezes, uso uma folhinha de louro no feijão para dar gosto, mas andei lendo que louro e açafrão são abortivos. Seguramente, só em quantidades muito grandes, mas na dúvida, quem está nesse processo, melhor evitar, certo?

Deu resultado, ainda não estou 100%, mas acordei praticamente boa hoje, mais tarde vou ao Pilates.

A melhor notícia que tive por esses dias é que minha mãe resolveu vir a Madri! Só meus lindos embriões gêmeos para serem capazes dessa façanha!

Há uns 4 anos ela não faz uma viagem para cá, a última vez foi quando meu pai teve o AVC no avião e daí, além da preocupação de deixá-lo sozinho, acho que ela ficou meio traumatizada também. Enfim, entendo, mas já era hora dela se libertar um pouco. Faltava uma motivação mais forte, que agora existe. Ela se esquematizou com suas primas, uma mudará lá para sua casa no período que ela estiver fora e outra o visitará com freqüência para dar uma força. Bom, também tem meu irmão que mora no Rio, o problema é que ele trabalha durante o dia todo. Claro que a gente fica preocupada, mas quer saber, tem coisas que a gente precisa acreditar que vai dar certo e tocar o barco.

Ela chegará no dia 6 de novembro e fica até o dia 18, o que quer dizer que estará aqui no meu aniversário, dia 9. Para mim é importante, será mais ou menos quando terei algumas respostas mais concretas se segurei ou não a gravidez. E em ambas respostas, nessa hora não tem jeito, os maridos que me desculpem, mas você quer a sua mãe!

E assim a vida segue, tenho tentado não entrar em obsessão e ficar pensando no mesmo assunto o dia inteiro, mas confesso que é difícil. Não estou ansiosa agora, juro, talvez mais próximo aos primeiros testes eu fique. Mas simplesmente desencanar e pensar em outra coisa, me custa trabalho.

Às vezes, me pego com medo da resposta positiva também. Parece uma contradição você querer tanto engravidar, mas ao mesmo tempo, ter medo que isso aconteça. Fiquei pensando um pouco a respeito e cheguei a conclusão que o que me assusta mais não é a gravidez em si, mas o fato definitivo. Nossa vida é sempre tão passageira, que tudo que é definitivo nos assusta um pouco. É o oposto a quem tem medo de mudanças. Não é algo comum, eu acho, mas me pareceu razoável.

Há anos somos adestrados a mudar e nos adaptar quase que imediatamente, até nossos móveis tem rodas! Literalmente, não estou exagerando. Para mim, é muito mais fácil aceitar a maternidade pelo lado do que vai mudar que pelo lado do que precisaria permanecer.

E agora vou colocar meu feijão no fogo, porque também já não há mais o que contar! Fui!

7 comentários em “Esperando…”

  1. EEE!
    Queridona.. tô longe mas continuarei aqui na força e no pensamento positivo com vcs…
    Por aqui a mil.. aterrizando na nossa terra ainda, e organizando a nova vida!
    Um beijo e vamos na fé, que tudo vai dar pé!
    Fer

  2. Biancosa: se voce acha que a mudanca e “definitiva” como voce descreveu, tente olhar pelo lado do “diferente” : SEUS DIAS NUNCA MAIS VAO SER IGUAIS, hehehehe E cada dia uma aventura nova, uma fase nova, uma historia nova para contar. Acredite, querida Dinda, e assim mesmo. O blog vai ter MUITAS E MUITAS MAIS “FOLHAS” para serem escritas :):):)
    Beijos enormes na barriga!!!!

  3. Amiga Elfa, por aqui, totalmente receptiva às boas energias provenientes de terras brazucas 😀 E que tudo dê certo por aí também! Besitos

  4. Lu, você anda super criativa… hehehehehe… depois do “fertilização literalmente assistida”, agora o “reality pregnancy”… hahahahaha… Bj

  5. Oi, Olguita!

    Foi exatamente isso que disse, para mim é mais fácil (ou menos assustador) olhar pelo lado da mudança 😉

    Menina, enquanto for beijos enormes na barriga está bom, né? Já já serão beijos na enorme barriga! hehehehehehe…

    Besitos

  6. Querida Bianca! parabens! A natureza conspira sempre a favor! A proposito de pensar todo o tempo e as paranóias de responsabilidades e medo do ETERNO, pois filhos são Eternos, isso acontece com todas as mamães!!!!Beijos!Estou aqui na torcida e tambem na espera!

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s