Ligeiramente grávida…

Acabamos de chegar do hospital! Já conto tudo com maiores detalhes, mas para encurtar o suspense, deu tudo certo e implantei dois embriões em excelente estado!

E agora, vamos por partes. Relembrando, Luiz estava em Londres e pegou o primeiro vôo possível para Madri. Mesmo assim, não quis arriscar e ficar nervosa esperando, preferi ir sozinha e encontrar com ele no hospital.

Uma amiga se ofereceu para me levar. Ela já fez o tratamento uma vez e foi através dela que cheguei nesse médico. Eu tinha muita resistência a fazer um tratamento de fertilidade, mas sua tranqüilidade me animou bastante. Ela começará uma segunda tentativa amanhã , espero e torço muito para que dê certo e assim nos embucharemos juntas!

Enfim, ela me pegou em casa às 9h15, precisava estar no hospital às 10h, assim que tínhamos margem. É claro que para dar um pouco de drama, erramos uma entrada, nos perdemos um pouco, mas o importante é que a gente se achou e chegamos a tempo.

Não gosto muito de dar trabalho para os outros quando não precisa, mas a verdade é que foi bom ter ido acompanhada ao hospital. No caminho, Luiz me mandou uma mensagem que o avião havia pousado, mas estava atrasado. Fiz as contas e vi que ele não chegaria antes de 10h30, paciência.

No hospital, a enfermeira era uma portuguesa super simpática que se alegrou por falar português e ficou mais agoniada do que eu quando soube que Luiz estava correndo para chegar a tempo.

Fui novamente para o Box 3, o que gostei, já que me deu sorte a primeira vez. Logo veio o outro enfermeiro e a auxiliar do médico, que inclusive foi a mesma que me atendeu na punção dos ovários. O médico também apareceu e todos na torcida para Luiz chegar, parecia um filme! O centro cirúrgico estava vazio, só tinha eu, assim que todo mundo estava ali envolta participando!

Olha gente, se puder esperar, ficarei mais do que agradecida, mas se não puder, não tem problema a gente estava preparado para isso!

Porque, além do mais, tinha que fazer o procedimento com a bexiga cheia, para ver melhor no ultrasom. Só que a essas alturas, eu já estava explodindo de vontade de ir ao banheiro!

Bom, esperamos tudo que deu e fomos para a sala de cirurgia às 10h35. A enfermeira portuguesa me disse que podia ficar tranqüila, assim que Luiz aparecesse, ela levava ele para lá, mesmo que o procedimento tivesse começado.

Pois é, como disse, só tinha eu de paciente mesmo, assim que todo mundo ficou por ali para saber o que acontecia. Juro! Definitivamente, eu devo ter uma gravidez das mais participadas do mundo! Eu, o médico, a auxiliar, o enfermeiro que carregava a cadeira de rodas, a responsável do laboratório… só não ficou a enfermeira portuguesa, porque estava na recepção esperando pelo Luiz!

E eu ali, naquela posição ginecológica tão peculiar, batendo papo e tentando me convencer que aquilo devia ser muito natural, né? O importante é a atitude!

Isso sem falar da vontade desesperadora de fazer xixi! Acho que nem deu para ficar emocionada na hora, porque se eu relaxasse a ponto de descer uma lagriminha, desceria muito mais do que o desejado! Caraca!

Daí, a responsável do laboratório me explicou o seguinte, tienes dos embriones muy guapos! (você tem dois embriões muito bonitos) Já gostei do bom humor e obviamente da notícia. Esses dois estavam no ponto ótimo para fazer a transferência. O terceiro embrião ainda estava um pouco imaturo, precisariam esperar um pouco mais para saber se sobreviveria e se vale à pena congelá-lo. Perguntei de que técnica eram os dois que estavam bem e ela me disse que era um de cada técnica (micro injeção e fertilização convencional). Disse também que estavam em ótimas condições, no ponto exato para transferência! Beleza, são os que preciso e nem tenho que decidir mais nada! Que assim seja!

A parte bonita é que você assiste pelo monitor do ultrasom o que está acontecendo e vê o momento exato em que o médico introduz a cânula e deixa um pontinho líquido brilhante no seu útero. Assim que me senti privilegiada em testemunhar o segundo em que duas vidas me foram dadas.

No minuto seguinte, entra pela sala a enfermeira portuguesa e Luiz esbaforido! Conseguiu chegar no finalzinho.

Ou seja, que terminei de me engravidar com mais seis pessoas em volta na torcida! O médico, a auxiliar, a enfermeira portuguesa, o enfermeiro que levava a cadeira de rodas, a responsável do laboratório e Luiz.

Até pensei em perguntar se não tinha mais ninguém pela recepção que quisesse compartilhar desse momento tão público e numa posição tão cômoda!

Fui levada novamente ao Box 3, com toda minha escolta. E o enfermeiro já me perguntou se não preferia ir direto ao banheiro! Claro, porque todo mundo também sabia que estava pensando amarelo!

Fiz a mesma pergunta ridícula que imagino que outras mulheres também devam pensar: mas posso ir ao banheiro tranqüila, né? Não vai me sair nada que não deva?

Óbvio e felizmente, não tem problema nenhum, ninguém urina os embriões!

Só aí tive um pouco mais de sossego com Luiz e foi contando o que havia acontecido que me emocionei em lembrar da imagem dos embriões no útero. Acho que tinha tanta coisa acontecendo na hora que não absorvi tudo no mesmo instante. Na verdade, minha ficha ainda está caindo até agora. Acho que a dele também.

Avisei minha mãe por SMS, não quis ligar para o Brasil porque ainda era muito cedo por lá. Ligamos para minha amiga que foi comigo ao hospital para agradecer e viemos para casa.

Os próximos passos são usar 3 óvulos de Ultrogestan (progesterona) ao dia, um pela manhã e dois à noite, e seguir tomando o ácido fólico. Em duas semanas, preciso fazer um teste de gravidez, desses que a gente compra em farmácia mesmo. Com o resultado, ligo para o médico e marco a consulta seguinte.

E agora, é vida normal. Começamos nova etapa e que seja o melhor para todos nós!

Mas bem que um dia poderá ser engraçado contar para as crianças que, no dia 15 de outubro, assisti ao momento exato em que elas foram concebidas e que elas/ela/ele/eles já chegaram ao mundo de maneira divertida e com um monte de gente ajudando!

22 comentários em “Ligeiramente grávida…”

  1. Aiiii, Bi, dessa vez terminei de ler emocionada….que lindo, amiga!!!
    Agora é se sentir grávida mesmo. Acredito que todo esse seu envolvimento vai fazer com que tudo dê certo!!!! 🙂
    Até mais…

  2. Ai…não me aguentei hoje… tô aqui com os olhos cheios d’água… Bi, toda sorte do mundo pra você! bj

  3. Eeee, me imaginei tbn ali vendo tudinho..rs
    Estamos aqui na torcida, e ansiosos p as próximas cenas 🙂

  4. Emocionadíssima e na torcidíssima!! Uma amiga de SP passou por todo esse processo durante 2 anos e em dezembro nascerá a Mariah! Gde beijo

  5. Que legal Bianca, estou torcendo para que tudo dê certo! Uma curiosade: como funciona a contagem das semanas com esse procedimento? Você está na semana 1? Qual seria a data provável do parto?

  6. Nossa Bi, para as pessoas q estao de fora ja é emocionante imagino pra vcs 2!!!Com tanta energia positiva rolando tenho certeza q vai dar tudo certo! 🙂 Bjs

  7. Bianca e Luiz (ou melhor, eu só consigo chama-lo de ‘Bozo’ e espero que ninguém se importe muito com isso), eu estava junto com o Gui quando ele falou “caraca, Bianca vai ser mãe!”.
    Então agora, enquanto nosso querido Guilherme viaja para Angola para mais uma longa aventura, eu vim ler o seu blog pela primeira vez e quero felicitar vocês dois e deixar o recado que estou me juntando à essa torcida global pelo sucesso dos próximos capítulos! Beijos e até as próximas!

  8. Oi outra vez e obrigada a todos outra vez! Sejam bem vindos! 😀

    Morri de rir com a gravidez assistida literalmente!

    Bel, estou com essa mesma dúvida, é que foi tanta coisa ao mesmo tempo que ainda não consegui perguntar ao médico, mas está na minha lista para a próxima consulta! Na minha opinião, pela lógica, já se contaria como a primeira semana, afinal de contas, o embrião está formado, certo? Enfim, em umas duas semanas terei essa resposta com certeza e conto por aqui 😉

    Besitos

  9. Nao sei se é pela TPM ou por estar acompanhando “de perto” sua història, mas me emocionei tb 🙂
    Fiquei agoniada pra saber se Luiz chegaria a tempo … ufa! Ainda bem q deu tudo certo.
    Continuo na torcida!!! 😉
    Bjao enorme!!!

  10. Bibis e Bel, quanto as semanas, se for contar como os médicos sempre contam – 40 semanas – tem que contar a partir do primeiro dia da última menstruação 🙂

    Beijossssss

  11. Será, Katia? Porque em uma gravidez normal se conta assim pelo fato de não se ter certeza do dia exato da fecundação, eu acho. Bom, já perguntarei 😉 Bj

  12. Estou emocionada! Que esses embrioes virem vidinhas lindas!!! Como ja falei: estou louquinha para ser tia de novo, hehehe Mande noticias, Biancosa, e beijos na barriga!

  13. Lindo relato, fortes emoções! Muito sucesso pra vcs e parabéns!!! Estamos torcendo muuuuuuuuuito tbm pelas próximas etapas! Beijos pros 2(4)!

  14. Felicidades futuros papais!!!!!!!!!!!!
    Que experiencia linda Bi, ainda mais vc compartindo conosco…
    Fiquei emocionada e feliz e desejo tudo de bom nessa nova fase da vida de voces….
    Desfruta do seu momento ligeiramente gravida….
    Beijos! Sentimos sua falta hoje!

  15. Oi, marida! Mandar mais notícias que já estou mandando? Só se começar a anotar o que como e que horas vou ao banheiro… ahahahahaha… pode deixar que conto tudo! E segue torcendo que tá dando resultado! 🙂

    Obrigada, Cristia e Magrão! 😀

    Valeu, Patrícia vizinha! Vamos ver se seu sonho se concretiza 😉

    Besitos miles

  16. Querida amiga! ( Eu falei amiga??? Sim, mas e sim! Participando pequenos momentos diarios no facebook e minha vizinha!!kkk E amiga!! Estou na torcida e aguardando o retrato do ( s) bebês, acredito junho/julju, e torcendo para o dia de meu niver ( se possivel pela natureza!), 28 de junho, vespera de S.Pedro!! Beijos aos mais empolgados e animados pais que eu ja conheci!!!!

  17. Oi, Leila! Amiga-vizinha-virtual… hehehehehe… Obrigada! 😀 E dia 28 de junho, será? Pois vem cancerianos por aí, bom se adiantar, geminianos… rs. Já pensou gêmeos de gêmeos? Caramba, de um dia para o outro entra uma galera em casa! hahahahaha… Besitos

  18. Bela, eu fiquei grávida, mas perdi. Acho que a gente precisa estar preparada para todo o tipo de resultado. Por um lado, é mais difícil do que a maioria das mulheres imagina antes de se informar a respeito, mas por outro, é possível e funciona para muita gente. Então, acho que você deve ter esperanças sim e entrar acreditando que vai dar tudo certo. Se não engravidar (isola!), você sofre, mas supera. Como tudo na vida, um passo de cada vez. Muita sorte e serenidade para você!

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s