Oitavo dia: seguimos no páreo!

Depois de uma segunda-feirazinha-de-merda, desculpe o francês, a terça amanheceu melhor.

 

Dormi mais ou menos, mas acordei calma de se estranhar. O que tivesse que ser, já não teria que ficar esperando mais, a sorte estava lançada. Minha parte eu fiz e sigo fazendo.

 

No dia anterior, me preocupava que o médico não quisesse seguir o procedimento e preferisse adiar. Porque, entre nós, ainda que não goste de afirmar que dessa água não beberei, não tenho a menor intenção de repetir essa história. Tem gente que tenta três, quatro, cinco vezes, mas a Bianquinha aqui não tem estrutura, nem tempo, nem grana para isso. Nada contra, pelo contrário, admiro a coragem da mulherada, mas uma vez para mim é o suficiente para me virar do avesso.

 

Acontece que acordei com o seguinte pensamento na cabeça, se tiverem só os dois óvulos e isso não for suficiente para seguir o tratamento, não significa que eles não estejam lá. Simplesmente, que estatisticamente, não compensaria entrar na sala de cirurgia e fazer a fertilização in vitro, porque seria uma questão de sorte. Pensei, mas acontece que os óvulos seguiriam lá, coisa que eu não tinha nos últimos meses. E loteria por loteria, de qualquer maneira eu tentaria engravidar, só que do modo mais divertido!

 

Minha linha de raciocínio nem sempre segue a lógica tradicional, mas funciona para me tranqüilizar. No fundo, acreditei que fosse o que fosse, não era definitivo, era só mais um passo.

 

Enfim, cheguei no médico preparada para ouvir a conversinha pessimista e fazer ouvido de mercador e cara de nada, mas fui logo encaminhada a fazer novo exame de sangue. Opa, acho que ainda estou no páreo!

 

Resumindo a ópera, sim sigo no processo. É o seguinte, tenho 2 folículos grandes em cada ovário e, no meu ovário melhor, mais uns 3 pequenos. Muito bem, o ideal seria esperar que esses 3 pequenos crescessem, mas tem 2 que já estão bem desenvolvidos e se continuo a estimular, há o risco de rompê-los, sem a certeza que os outros 3 irão crescer. Ou seja, melhor tirar os 4 bons e 3 mais ou menos do que se arriscar.

 

Como eu já dei até nome para cada um dos 2 óvulos melhores, não me preocupou não haver vários óvulos, tenho os que preciso. Sim, sei que é precoce, não há nenhuma garantia e blá blá blá… mas foda-se! Para mim são os gêmeos, até que se prove o contrário!

 

Aliás, um parênteses: meninas que pretendem fazer o tratamento, palavrões são terapêuticos para aliviar o efeito dos hormônios!

 

Mas vamos à prática. Hoje suspendo o Fostipur e o Orgalutran. Tomo uma única injeção de Ovitrelle, pontualmente às 21h. Esse medicamento, desencadeia a maturação final dos folículos estimulados. No mesmo horário, Luiz e eu temos que tomar Azitromicina, antibiótico, 1 comprido (finalmente um comprimido!) de 500mg.

 

E de medicação, esses são os últimos remédios até a fase de implantar os embriões.

 

Na verdade, falta só uma lavagem vaginal amanhã à noite, com Rosalgin Pronto, antes de me deitar. Mas isso é fácil e não tenho que me furar, nem que tomar nada! É só a preparação para extrair os óvulos na quinta-feira.

 

Ou seja, na quinta-feira, dia 13 de outubro, tenho o procedimento cirúrgico da retirada dos óvulos. Adorei o dia, era o número favorito da minha avó que acendi a vela ontem. Não queria que fosse no dia 12, não gosto muito desse número. Tudo bem, já estou viajando na maionese outra vez, eu sei, mas novamente, é essa lógica maluca que me deixa mais otimista.

 

A previsão é me internar às 8h, com jejum de 8 horas anteriores, tomo anestesia geral e retiro os óvulos por punção folicular. É feito com um aparelho como os da ecografia transvaginal, só que ele mesmo leva uma agulha que faz a punção dos dois ovários internamente. A cirurgia em si é simples, deve durar uns 15 minutos. Daí vou para uma sala de recuperação e devo passar mais umas duas horas até me recuperar totalmente da anestesia. Volto para casa no mesmo dia, provavelmente, ainda na parte da manhã.

 

Depois vou contando com mais calma. Mas entre hoje e amanhã, parece mais tranqüilo.

 

Na minha barriga, parece que instalaram uma fina camada de gelatina… putz! Mas tudo bem, é por uma boa causa.

 

Vamos ver se os hormônios me deixam um pouco em paz por hoje!

18 comentários em “Oitavo dia: seguimos no páreo!”

  1. Vamboraaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!! Gostei do seu astral 🙂

    Também adorei o dia 13 de outubro!!! E pode viajar sim, viaja que segundo minha crença, a lei da atração funciona muito bem 😉

    Aqui, Bi…, na expectativa contigo e na torcida sempre 🙂 Tô adorando te acompanhar nessa jornada…Vou acabar virando blogueira por culpa tua 😛

    Beijocassss

  2. É isso ai Bi!!!!:) Gostei do animo e tb do dia 13, que é um dos meus numeros preferidos. Concordo com a Katia qto à lei da atraçao…Estamos na torcida e acompanhando o passo a passo. 🙂 besos

  3. Oba!!!! Que venha quinta, dia 13… Também gostei dessa lógica maluca e das doces coincidências… Estarei aqui, torcendo muito, de coração! Tenho acompanhado tudo Bianca, só não escrevo sempre, porque seria mais do mesmo. Mas, hoje fiquei tão animada com as notícias que não resisti! Avante!!
    Bj grande e espero que ao invés de gelatina, sua barriguinha comece a crescer assustadoramente com os gêmeos!!!

  4. isso aí Bi e Luiz!!! Vamos que vamos…. Matheus está na torcida também!!! bjs e boa sorte!!!

    Flávio, Lu e Matheus

  5. Dia 13, maior pensamento positivo para ti desde as canárias 🙂 Meus dias estão meio complicados, mas o único blog que estou lendo sempre é o teu, e acompanhando com muito carinho toda tua saga!
    muitos beijos

  6. Bi, a torcida por aqui é grande!!! Estarei pensando muuuuito em vc, e esperando notícias! Queria muito estar aí pertinho (fisicamente), mas por enquanto, vale o pensamento positivo! Até porque, a essa altura, as cias aéreas não me deixam mais entrar no avião!!! O barrigão não pára de crescer!
    Beijos, Tati e Laura

  7. Gentem, até o pai da(s) criança(s) apareceu! Alguém faz a caridade de arrumar um Rivotril para o Luiz?! 😀 Acho que cada vez que pronuncio a palavra “gêmeos”, ele escuta a trilha sonora no fundo: lerê lerê lerê lerê lerê…

    E já tem até um recén nascido na torcida… rs. Bem vindo, Matheus!

    Valeu, galera! Boas energias por todos os cantos do planeta! 🙂 Hoje não posso reclamar do dia, voltei da ginástica agora e uma boa suada também ajuda!

    Mais tarde vou tomar minha última injeção, afê!

    Besitos a todos e croac, croac para Vivi!

  8. Nós tbm estamos na torcida, Bianca & Luiz!!! Muita sorte no dia 13…
    Bi – com e sem hormônio – o seu blog é uma delícia… tô adorando! Bjs dos Magrões!

  9. Bi e Lula a torcida é grande!!!
    Essa semana não sonhei com vocês… mas toda essa vibraçao, energia e pensamentos positivos, com certeza vai dar tudo certo….

    Luiz nao se preocupe que segundo o meus sonhos serao gemeas, Amanda e Angelica….rsrsrs
    Estou feliz por vocês, números, dias, horarios, matematicamente tem tudo para que o sonho de vcs se faça realidade!
    Beijos e como disse a Cristina o blog esta uma delicia… animo e fë!!!!!!

  10. Sigo na torcida pra que tudo corra bem na quinta e depois e depois! Força aí, casal… quero daqui um tempo, fazer bolão pra saber o sexo do gêmeos! Abraço

  11. Essa sua saga já serviu para me fazer desistir de tentar FIV. Faz mais de um anos que estamos tentando um irmão ou irmã para a filhota, mas a idade é uma merda. Acabo de fazer 40 e segundo as estatísticas, só me restam 5% de chances.
    Mas passar por tudo isso e ainda mais de uma vez é muita coragem mesmo.

  12. Oi minha filha, penso em vc o tempo todo.Infelizmente não poderei estar aí no
    dia 13 mas ficarei aqui rezando e torcendo para que tudo dê certo.Dentro de mim tenho uma certeza que vai dar tudo certo e que voces vão conseguir chegar lá. bjs

  13. Oi, Bel! Honestamente, não tenho a intenção nem de fazer desistir, nem de animar, é mais para informar mesmo. E para mim, funciona para desabafar um pouco. Se fosse você, pelo menos esperava até o final, porque a saga segue 🙂 E veja bem, você já tem uma filhota, o que ajuda muito e melhora suas chances! Besitos e serenidade nas suas decisões!

  14. Valeu, pessoal!

    Gostei da idéia do bolão… hehehehehe… vamos ver como a coisa anda primeiro, mas pode ser divertido!

    E sim, tenho um nome de menino e um de menina na cabeça, que é minha aposta no bolão 🙂 Sei que é cedo para isso e se vier um nenén só já estou mais do que feliz, inclusive acho que seria melhor e prefiro. Essa vida européia, sem babá… imagina? Mas cada um com sua intuição, né?

    Mais para frente conto os nomes e quando surgiu cada um. Não é exatamente um segredo, só estou com preguiça de contar agora.

    Besitos

    PS: Fabrina, não é Manuela… rs.

  15. Dia 13/10 foi o dia de minha última quimio, é dia do Fisioterapeuta, minha profissão e aniversário da madrinha de meu filho, assim que, essa data para mim significa VIDA!!!!!! Que boa data!!!! Gd bj!

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s