Um desses dias em que tudo dá certo

Há nem me lembro quantos meses, mas acho que foram bem uns oito, recebemos a data do governo para confirmarmos que queremos mesmo a cidadania espanhola concedida. Caía em primeiro de abril, dia da mentira. Parecia piada!

Temos um escritório de advocacia acompanhando o caso e tentamos de toda maneira adiantar essa data, e nada! Luiz fez um segundo contato com outro advogado que talvez conseguisse, mas que não havia dado mais notícias. Ficou por isso mesmo.

Essa reunião consiste em simplesmente ir ao departamento responsável com seu NIE (documento espanhol para estrangeiros) e a carta de concessão da nacionalidade. Daí eles marcam para você jurar a bandeira, ou seja,  prometer fidelidade ao rei e a constituição. O que na prática, acho que é assinar um papel. Muito bem, atualmente, entre essa reunião de primeiro de abril e a seguinte, leva mais uns três meses, depende muito da quantidade de gente sendo atendida. Portanto, essa era a nossa expectativa.

Luiz tirou o dia de folga, para nem se estressar com possíveis atrasos ou problemas. Acordamos cedo, nos arrumamos, tomei café com o que era possível passar pela garganta e lá fomos nós, de taxi. Marcamos com a advogada no local.

Um dia lindo! A melhor temperatura do ano e um sol de primavera simplesmente perfeito! Bom presságio, dias assim me deixam em um bom humor fenomenal. Segundo observado pelo Luiz, apesar de estar meio apreensiva, estava sorrindo.

Literalmente dentro do taxi, a caminho do local, toca o celular. Lembra do tal advogado que talvez conseguisse apressar a data? Pois é, era ele. Luiz explicou, mas já é hoje, estamos justamente a caminho de lá. Então ele pediu que a gente esperasse um pouco que ele ia ligar para lá. Nos entreolhamos com aquela cara de será? Daqui a pouco, o celular toca outra vez: procura a fulana, ela conhece seu expediente e tem uma brecha de data na semana que vem.

Bom, maravilha! Tudo que pode ser adiantado, nos ajuda um montão. Estamos tão acostumados a ser escaldados que nem queria muito me animar. Vamos um passo de cada vez. Além do mais, havia nossa advogada lá nos esperando e como a gente conta essa história sem criar nenhum conflito?

Para variar, chegamos cedo. Nós somos sempre adiantados com tudo. Ficamos na esquina tomando um solzinho para relaxar um pouco, enquanto esperávamos a advogada e imaginávamos como dizer o que para quem.

Daqui a pouco, liga nossa advogada, estava completamente enrolada e não conseguiria chegar a tempo, mas havia uma outra advogada do mesmo escritório no local que nos acompanharia. Veja bem, em outras circunstâncias, isso poderia ser um problema, mas a gente achou ótimo, porque a advogada que nos atenderia parecia novata e não iria fazer tantas perguntas. Simplesmente dissemos que tínhamos um conhecido que nos indicou falar com fulana, porque ela já tinha nosso expediente. E assim foi!

E não é que a fulana existia mesmo? E não é que ela conseguiu nos agendar para semana seguinte? E justo no dia do aniversário do meu irmão, dia 6 de abril. Que para quem não sabe, por alguma razão cósmica, bate sempre com alguma mudança positiva nossa. Excelente presságio!

Entre nós, vou confessar uma coisa, foi a primeira vez que minha ficha caiu mesmo que terei dupla cidadania. Preciso admitir que sentir concretamente que também seria espanhola me deixou feliz. Estava até meio emocionada, mas segurei a onda, afinal, preciso exercitar minha mala leche!

Ajuda muito o fato de não precisar perder nossa cidadania anterior, gosto de ser brasileira e é sempre melhor adicionar.

Cheguei em casa, liguei para meus pais para contar as novidades: agora tenho dois aniversários e vou casar outra vez aqui na Espanha! Maravilha, mais motivo para festas.

Como disse, Luiz tirou o dia livre, resolvemos aproveitar e saímos para almoçar bem! Fomos a um restaurante italiano ótimo aqui perto de casa, o Più di Prima.  Um vinho italiano para variar um pouco e celebrar.

Para completar a perfeição do dia, era sexta-feira! Ou seja, sem preocupações em acordar cedo no dia seguinte. Portanto, óbvio que queria sair à noite para seguir no alto astral e não foi preciso pensar muito para decidirmos ir ao El Junco. Era o show de uma conhecida e emendamos por lá mesmo. Encontramos os amigos queridos e já estava quase amanhecendo quando voltamos para casa!

Faz tempo que não tenho um dia em que sou tão feliz por tantas horas seguidas! E por dias assim, agradeço. Que venham muitos mais e que possa compartilhá-los!

4 comentários em “Um desses dias em que tudo dá certo”

  1. Muito bacana… Com certeza dias assim já tiveram e vao ter muitos mais… Dias skol sao maravilhosos! Felicidades pela nacionalidade até eu me emocionei lendo tudo tao bem narradinho…rsrs Beijos!

  2. Bianca, que bom!!! Felicidades para vcs, de coração.

    O único problema é que agora no escritório o Luiz fica dizendo que eu e a Leonor somos imigrantes 😀 😀 😀 e viemos para ES roubar o emprego aos espanhois, pode????

    Então eu falei para ele que para ser mesmo espanhol, tem de usar cintinho e sapato cor cognac e passar brilhantina no cabelo…. estou à espera da metamorfose!!!

    Beijos e felicidades

  3. Oi, Sofia! Como fui esquecer desses detalhes tão importantes?! hahahahah… vou comprar brilhantina urgente para ele! 😀 Obrigada! Besitos

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s