Uma celebração de boda e dois aniversários

O fim de semana foi bastante movimentado. Na sexta-feira, a festa dos nossos 17 anos de casados. No sábado, o aniversário de 50 anos de uma amiga. Ou seja, muitos anos juntos prometendo celebrações de peso. No domingo, ainda tínhamos dois convites naturebas para picnics, mas passamos porque ninguém é de ferro! E na terça, para completar, mais uma festinha surpresa!

Começando pela nossa festa, como contei antes, foi decidido meio que às pressas. Chegamos de Viena no domingo bem cansados e com a casa vazia de compras, tinha que providenciar tudo. Sem falar do eterno glamour de volta de viagem, onde você tem cestas e cestas de roupa suja para dar cabo! Mas enfim, todo o planeta sabia que os dias iriam passar e eu iria me animar, então, contei com a antecipação do ânimo para convidar as pessoas e confiei no caos.

Não inventei muita moda para não me complicar. Dei peso aos queijos e frios, comprados perto de casa no Mercado de Barceló, que aliás estou fã! Tudo de qualidade excelente e muito fresco! Admito que é Luiz quem me motiva a ir por lá, porque se depender de mim, fico com preguiça de carregar as coisas e peço tudo pela internet!

Bom, acabei fazendo mais algumas coisinhas: canapés de chalota caramelizada com maçã e de ovos de codorna com caviar; salmão defumado; quibe; molho de yogurt com pepininhos; creme de aspargos e batatinhas, frutos secos, azeitonas, enfim, nada que fosse muito trabalhoso, mas que ficasse gostoso e houvesse fartura. O pão tem que ser da Le Pain Quotidien e encomendei um bolo com uma amiga que é fera.

Convidamos os amigos que cabiam em casa e voilà: festa express!

 

Como sempre, tudo de bom, alto astral e batucada improvisada. Ainda nos faz falta um violão que puxe, mas fazemos o possível e a gente se diverte. O importante é celebrar esses momentos e não deixar passar em branco. Porque as tempestades nos dão um tempo, porém mais cedo ou mais tarde chegam para todos e precisamos ter as baterias recarregadas. Boas memórias funcionam como amuletos poderosos nos momentos difíceis. Que eles demorem bastante a chegar e quando cheguem, tenham sua intensidade reduzida dentro de uma perspectiva maior.

 

Pois bem, casa devidamente energizada e os últimos convidados se foram pouco depois das 5 da manhã.

Sábado estávamos mortinhos da silva, mas coragem que tem festão à noite para ir! E até mais fácil, porque não tínhamos que organizar nada!

Muito bem, a festa era de uma amiga que fazia 50 anos. É engraçado como essa data tem um peso forte, não tinha me dado conta do quanto ela está próxima até esse último fim de semana. Caminho para os 42 anos, já não está tão longe assim. Enfim, reconfortante saber que essa amiga comemorou os seus aninhos fechando um bar, com música ao vivo e tudo! Tribos distintas e que bem se relacionaram.

Da banda contratada, dois dos três músicos estavam na festa aqui de casa no dia anterior batucando, de maneiras que Luiz e eu fomos chamados para contribuir no caxixi, e lá fomos para o palco canjear. Tamanha intimidade, parecia até que também éramos parte da banda! Também, todos amigos, ninguém estava se importando muito!

O pessoal do coral estava por lá e no final da apresentação da banda a gente se animou a cantar um pouquinho. Há alguns meses não nos reunimos, demos um tempo do coro, essa palhinha despertou vontade na galera de voltar. Mas essa é uma outra história que conto depois.

 

Não me lembro exatamente que horas nos fomos, esperamos o parabéns e Luiz me pediu arrego!

Domingo, morgação total! Não colocamos nem o nariz na rua! Foi quando aproveitei para dar a notícia ao Luiz: terça-feira temos uma festa surpresa para ir! Ele me olha com aquela cara de desespero: outra? Calma, essa é cedo, às 19:30 no Kabocla!

Na terça ele conseguiu não chegar tão tarde do trabalho, já estava pronta e com o presente esperando. Felizmente, o Kabocla fica a uns 5 minutos caminhando da nossa casa.

Olha, eu tenho implicância com festa surpresa, não vou negar. Aliás, surpresas de modo geral, quase todas são estressantes ou dão confusão. Mas essa, juro que achava que daria certo desde o início. É que o aniversariante é muito boa praça, do tipo que se encaixa em qualquer programa com a maior tranquilidade.

E assim foi, festa ótima! Música excelente, ainda que os convidados não estivessem prestando muita atenção. É que em festa as pessoas se distraem, é normal, mas para mim é o oposto, é quase impossível não notar se a música é boa. Da mesma maneira que a música ruim me deixa agoniada e com vontade de sair logo do ambiente, não consigo abstrair, o que felizmente, não era o caso. Não saímos muito tarde, antes das 23h estávamos em casa. A maioria das pessoas também não esticou muito, exceto pelos amigos artistas e músicos, o resto trabalha cedo.

Hoje é sexta-feira, ainda não sei se faremos alguma coisa mais tarde, mas acho difícil. Luiz acordou às 4 da manhã, foi trabalhar em Bilbao ou algo assim. Acho que vai chegar morto, mas nunca se sabe… Às vezes, uma descansadinha e ele anima. Mas não vou insistir porque amanhã tem outro aniversário de uma amiga!

Todo mundo resolveu fazer festa de aniversário? Que bom!

12 comentários em “Uma celebração de boda e dois aniversários”

  1. Hahah Bibis escrevi sobre nossas festas tambem mas ainda nao publiquei , realmente depois da calmaria …. uma festa atras da outra ! E Viva os aniversários, vida os dias felizes , viva nossos sambas e a vida!!! Beijos e até mais tarde!

  2. Oi Bianca, cheguei aqui por indicaçao do Luiz, pelo face!!!
    Desejo muitas felicidades pra vcs dois e nem acreditei qdo li 17 anos de casados, muito menos sua idade!!
    Parabens pra vcs dois!!!!
    Abraços
    Laura

  3. Oi, Laura! Pois é, menina, já sou bauzaca… heheheh… Muito obrigada e seja bem vinda, vizinha virtual! Besitos

  4. Gente, que fôlego! estão tomando guaraná? hehehehe
    Parabéns pelos 17 anos. Adorei as fotos do casal.

    Bjo

  5. Oi, Andréa! Menina, se sem guaraná já é assim, imagina com ele, eu infarto! 🙂 Obrigada e seja bem vinda! Besitos

  6. Que delícia!!!
    Achei ótimo a frase: “…acabei fazendo mais algumas “coisinhas”..” e depois vem a listona das “coisinhas”.

    Juro que doeu o coração qdo vc disse que ainda faz falta um violão pra puxar… as lágrimas apareceram!!

    Saudades minha amiga, e adorei ter lido tudo isso..

    bjos

  7. Pior é que faz a maior falta mesmo! Quando tem alguém que sabe puxar, fica infinitamente melhor! Mesmo assim, até que a gente não fez feio… hehehehehe… Inclusive, tinham dois capoeristas na casa, imagina se você também estivesse? Besitos

  8. Q bolo lindooo, Parabéns p vcs pelas bodas de Rosas.
    Sexta tbm faço Bodas de madeira e vou copiar uma celebração como a sua…com os amigos queridos, aí sábado sairemos p namorar!
    🙂
    Bjssss
    Haaa, ontem a Mênia e Carmem me fizeram um elogio q fiquei muito feliz, fiz um almoço aqui em casa e elas disseram q foi a altura de Bianca…hahaha

  9. Oi Bianca e Luiz

    Parabens, falar pra alguem que esta casada ha 17 anos hoje em dia é meio que uma ET, ninguém mais fica tanto tempo junto assim, infelizmente.

    O Luiz ta bem magrinho né?! E o bolo parece uma delicia!

    Beijos

    Marianne

  10. Pois feliz Bodas de Madeira para você! 😀 Celebre bastante! A gente comemora todos os anos e é bom porque traz uma energia bem legal. Eu li alguma coisa no face que vocês se encontraram no almoço e fiquei morrendo de vontade de estar também… hehehehehe… Da próxima vez que for a São Paulo, vou querer experimentar o menu By Renata! rs. Besitos

  11. Marianne, Luiz perdeu 11 kg!!! Fez a tal da dieta da ração humana e levou a sério. Ficou gatinho, né? heheheheh… Melhor para mim! O bolo estava di-vi-no! Besitos, a ET 🙂

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s