Santa echinácea!

Quando temos animais por algum tempo, parece que vamos desenvolvendo um tipo de instinto de bicho. Rola uma certa simbiose que às vezes chega a ser engraçada, seu animal fica um pouco parecido com você e vice-versa.

Entendemos sua língua, seus sinais e seus hábitos. Bom, também pode ser um estágio de loucura, mas hoje vou fazer de conta que é só poder de observação. É um pouco como mãe de bebê muito novo, que aprende os sons e significados diferentes que cada choro quer dizer: fome, dor, manha, sono…

A gente aprende a distinguir sintomas por maneira indiretas. Nem sempre é pelo que não está bem, pode ser pelo que não está igual. Pode ser por coisas que ele faz ou pelo que ele deixa de fazer.

Minha gata, a que morreu, tinha uma maneira muito especial de me avisar quando tinha uma infecção urinária, fazia xixi fora da caixa de areia, bem do meu lado. Mesmo que isso fosse na nossa cama… Bastante desagradável, mas vamos combinar, uma maneira bem inteligente e direta, quase apontando para a raiz do problema. Gatos são limpíssimos, pelo menos os meus nunca fazem absolutamente nada fora da caixa, ou seja, era um sinal claríssimo que alguma coisa estava errada. Nos seus últimos meses, com a asma acelerada, precisava tomar injeções de tempos em tempos e era melhor adiar o máximo possível. Aprendi a notar quando sua respiração mudava, a escutar seus pulmões com a orelha colada na sua barriga e, pode acreditar, chegava a cheirá-la, como se fosse felina também. Concordo que a parte de cheirar era meio absurda, mas era absolutamente instintivo.

Jack é saudável, mas é um senhor de quase 11 anos, bastante para um gato, principalmente gordinho como o nosso. Bom, pelo menos me diziam que com seu peso provavelmente tivesse uma vida mais curta. Nós optamos que ele fosse feliz, que comesse o quanto quisesse. E verdade seja dita, seu peso nunca me preocupou, porque ele não engordou de repente, ele sempre foi assim, desde filhote é grande e guloso. Acontece que seu peso é estável, ele não continua engordando, o que para mim significa que esse é seu peso ideal. Eu gosto dele gordo. Francamente, como é que um gato meu seria mal alimentado? Mas nunquinha!

Não notava nada que pudesse significar que tinha algum problema de saúde. Estava comendo normalmente, intestinos funcionando igual, a locomoção diminuiu com a idade, mas sem nenhum sinal de dor. Acontece que tinha uma coisa que me incomodava, que parecia estar faltando. Jack estava menos pateta.

Ele é nosso pateta feliz, essa é uma das suas principais características. Ele é meio bobão, brincalhão como um filhote e está sempre feliz. De uns tempos para cá, achava ele muito comportado, quieto, continuava ronronante, mas não fazia mais besteiras. Achei que podia ser da idade, mas sabe quando alguma coisa não bate?

Queria dar uma injeção de ânimo nele! Em casa, quando acho que precisamos de mudanças, mudo nossa alimentação, incluo ingredientes que funcionam para aumentar a endorfina ou algum tipo de vitamina específica. Mas como fazer isso com um gato? Quer saber, Jack, você vai entrar na homeopatia, vamos aumentar sua resistência!

Comprei echinácea, que é uma planta considerada antibiótico natural. Vem em cápsulas de 250 mg, em pó. Até onde pesquisei, não achei contra indicação, é um produto natural. Divido a quantidade por três e misturo esse pó com uma colher de chá de patê A&D, da Hills. Ele nunca gosta de nada da Hills, mas esse patê é imbatível! Há mais ou menos um mês ele toma essa mistureba uma vez ao dia, na hora que vou, digo, vamos (eu e Jack) tomar nosso café da manhã.

Olha, não posso garantir que foi por isso, mas de uma semana para cá, começo a notar diferença no seu comportamento. Voltou a ser um pateta, doido para fazer uma besteira! Corre pela casa, mia para as pombas na janela, voltou a fazer perseguições imaginárias a seus ratinhos de brinquedo, sobe em lugares mais complicados e hoje cismou que estava na hora de me acordar de qualquer maneira, com direito a pata na cara e bigodes fazendo cosquinha no meu nariz.

Até um tipo de cisto sebáceo, que estava em seu rabo, estourou sozinho. Pode ser seu corpo reagindo.

Pelo sim e pelo não, echinácea nele!

8 comentários em “Santa echinácea!”

  1. Oi Bianca pois saiba que os gatos vivem muito muitissimo e dez anos nao è nada para uma gato bem cuidado, pode viver 19 20 anos tranquilamente.
    Odin o gato de minha amiga viveu quase 20 anos um siames puro, e thor meu gato europeo quer dizer super vira lata tem onze ja quase doze anos.
    Eu amo meu gato de paixao, ele esta sempre atras de nos, mas tem mucha mala uva, morde arranha, è agressivo, um inferno, mas se voce tem alguma coisa ele senta do lado da cama e `so sai pra comer e fazer xixi, e fica la ate voce ficar bem.
    Um beijo.

  2. É verdade, quando levamos uns anos com os nossos bichos parece que podemos ler as mentes deles! Já me vi em situações parecidas com o Pancho várias vezes. Que bom que a homeopatia deu certo com o Jack, com o Pancho não rolou… Uma vez dei uma espécie de calmante, L não sei que número, e não deu resultado. Um abraço!

  3. Oi, Antonia!

    Pois é, depende um pouco da raça e se for vira-lata, ainda é mais resistente. Conheci dois gatos que chegaram até os 20 anos, nenhum persa, como é o nosso, mas acho que você está certa. Quem sabe, né?

    O Jack é bem doce, os únicos momentos que parece mais agressivo é quando tem medo, por exemplo, quando tem que ir ao veterinário. Mesmo assim, quando volta para casa, fica super dócil outra vez. Mas é bem tímido e não dá papo para ninguém que não seja Luiz ou eu. Quer dizer, até pode dar, mas demora muito a pegar confiança. Quando estamos sozinhos, ele às vezes até parece um cachorro! Recebe na porta, não sai do nosso pé, segue pela casa, pede atenção… muito engraçado.

    Besitos

  4. Oi, Alessandra!

    Tenho acompanhado suas fotos no facebook, já já a família aumenta 🙂

    Bom, com o Jack, a homeopatia já funcionou outra vez e me parece funcionar agora. Acho que isso depende muito, não só de cada animal, mas de cada tipo de problema. Para uma doença mais séria, prefiro algo mais radical e forte, mas no caso dele, que é preventivo e sem pressa, acho perfeito. Deixei a dica, porque às vezes pode dar certo com outro animal em situação parecida e, considerando que é algo natural, não custa tentar.

    Agora, por exemplo, você falou de calmante. Umas duas vezes, tentei dar calmante para o Jack viajar e foi um horror! (não era homeopatia) Porque ele acaba reagindo tanto ao remédio, que ao invés de acalmar, estressa! Fica grogue, mas não quer parar quieto. Por experiência, sem o calmante ele acaba se acostumando naturalmente e viaja muito melhor. Depois fiquei sabendo que era até perigoso dar tranquilizantes aos animais em caso de viagem. Enfim, cada dono que sabe do seu bicho, né?

    Besitos

  5. Oi Bianca

    O Fumaça mudou um pouco quando foi pra casa da minha mãe, não sei se por que é apartamento e eu morar em casa, ele agora ta muuuito mais dorminhoco. Em casa ele ficava atras de passaros, pombas, sol, ja na casa da minha mãe não tem nada disso. Ele vai fazer agora em outubro 10 anos, um senhor.

    Beijos

    Marianne

  6. Oi, Marianne! Eu lembro que eles tem um ano certinho de diferença, Jack faz 11 anos em outubro. Quanto ao comportamento, acho que uma parte é a mudança e eles se adaptam, mas tem a ver com a idade, o Jack sossegou um pouco mais e ficou mais carente também. Sei lá, dá umas echináceas para ele e vê o que acontece… hehehe… o Fumaça é um fofo! Besitos

  7. Depende, porque nem sempre compro do mesmo tamanho. Aquela ampola com o pó dentro, que abre no meio, uso mais ou menos entre 1/3 e 1/4 da quantidade. Se vem em pastilha, do tamanho de um comprimido normal, divido em 2, e esmago até virar pó. Ambas as formas, misturo com o patê A/D. OBS: Não sou veterinária, melhor checar com um(a) profissional da área.

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s