Trauma de domingo à noite

Eu sofro do trauma de domingo à noite. Desde criança, quando escutava a musiquinha dos Trapalhões, já sentia a proximidade da segunda-feira. Na hora do Fantástico então, pronto, havia acabado o fim de semana.

 

O tempo foi passando e casei. Meu primeiro ano de casada foi na Ponte Aérea Rio – São Paulo, está contado por aqui em alguma crônica do passado. Ficava a semana trabalhando em São Paulo e nos fins de semana ia para o Rio encontrar o Luiz, que ainda morava por lá. Portanto, no finalzinho de cada domingo, me aguardava mais uma semana sozinha. Fazia falta uma diciplina espartana para me despertar feliz pela manhã e não desperdiçar o tempo me lamentando que estava quase na hora de ir. Mas a gente aprende. Começava a segunda-feira, quando inevitavelmente acordava me dizendo que daquela semana não passava, pela hora do almoço eu pediria demissão. Chegava a hora do almoço e não me sentia tão sozinha, nem tão infeliz. Podia aguentar até sexta-feira. E assim se passou quase um ano, de semana em semana. Foi difícil, duro, mas sendo muito honesta, eu não era infeliz. Havia escolhido esse caminho. Quase nunca temos controle do nosso futuro, mas ajuda muito decidirmos logo no início que vai dar certo.

 

Olhar para frente e decidir que vou chegar bem, me ajudou a passar aquelas semanas, me ajudou a atravessar os Pirineus e me ajudará sempre que eu precisar.

 

E por que estou contando isso? Porque a saga do domingo me persegue! Por causa do tratamento que meu pai está fazendo, vira e mexe ele tem alguma infecção mais barra pesada e tem que ser internado para tomar antibiótico na veia, literalmente! As canalhas das bactérias poderosas praticamente precisam tomar remédio na boquinha! Nas últimas três ou quatro vezes que foi internado, porque já comecei a perder a conta, o barata voa mesmo acontece no domingo. De modo que quando o fim de semana começa muito quieto, me dá até medo de checar os e-mails. Sério, quando o MSN toca no domingo, já me arrepia!

 

Dessa vez, foi no sábado, mas só soube ontem à noite, ou seja, para mim, continuam os traumas de domingo! Na verdade, ele vinha com febre durante a semana, mas enrolou até o último segundo para ir ao hospital, ele já entendeu que quando é assim vão interná-lo e resiste (e enlouquece quem está em volta também!). Foi meio que à força para o hospital no sábado e ficou por lá, é claro. Provavelmente, se dependesse dele, enrolaria mais um pouco e domingo seria aquela merda generalizada, né? Mas enfim, menos mal.

 

Sim, já estava esperando por isso, não foi uma surpresa, mas você fica até o último minuto pensando que podia estar enganada. O padrão é cerca de uma semana de internação, às vezes menos, quando ele pentelha muito os médicos. De qualquer maneira, resolvi decidir que vai acabar bem.

 

Meu irmão está com passagem comprada para vir nesse fim de semana. Nós estamos com viagem marcada para o Marrocos. E na sequência tem a festa de aniversário totalmente encaminhada. A gente esperou até o último minuto para marcar as coisas, mas em algum momento, precisávamos contar que ele estaria bem. Não podemos passar os meses adiando tudo na hipótese do meu pai piorar. A vida precisa seguir seu curso e eu preciso acreditar que vai dar tudo certo, ou certo na medida do possível.

 

Não é muito difícil saber o que quero de aniversário.

4 comentários em “Trauma de domingo à noite”

  1. A vida toma o caminho que quer e nós temos que viver com isso. E é claro que a distância não facilita em nada (na verdade só piora).

    Mas com já dizia a minha mãe: “o que não tem remédio, remediado está”.

    Vou torcer pra você receber o presente de aniversário que deseja.

    Mas aproveite a viagem com o seu irmão e a sua festa de aniversário. Afinal de contas o seu pai deseja exatamente isso e você não deve contraria-lo…

  2. Espero que todos os planos se realizem, o que significaria que teu pai está de vento em popa, oxalá!!!

  3. Oi Bianca,
    Adoraríamos ir no seu aniversário, aliás viajar é comigo mesmo, mas o Marques está trabalhando demais e eu estou em cursos….mas nossa visita saíra em breve, vc vai ver!!!
    Espero q seu pai fique cada dia melhor!
    Bjos

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s