Brunch em Madri

Uma pausa para assuntos mais amenos, sou louca por brunch. Acho um luxo acordar tarde no fim de semana e fazer essa refeição que é metade almoço, metade café da manhã.

 

Mas não faz parte da cultura espanhola, pelo menos por enquanto. Como as tradições européias custam a se modificar, acho difícil que caia no gosto popular. Ainda assim, há público para isso, como se diz por aqui, gente com mais mundo. O problema é achar um lugar que se atreva a atender esse público.

 

Pois achei. Na verdade, uma amiga me disse, fomos comprovar e valeu à pena. Un brunch como dios manda! Servido nos sábados e domingos até às 16:00hs, coisa que achei fundamental, quem quer acordar correndo no fim de semana? Custa $19, tudo incluído e é bem farto, nesse dia nem jantei.

 

E como o que é bom, a gente recomenda, é a La Tapería da Calle San Bernardo.

 

Essa mesma amiga me falou de outro lugar, que em breve vou experimentar e se for bom, conto aqui também.

11 comentários em “Brunch em Madri”

  1. Isso me fez lembrar de quando o despertador tocava por volta das 12:00 e nós íamos direto pra mesa do almoço e disfarçando uma tremenda ressaca mandavamos ver num delicioso cupim (lembra??). Fora em churrascaria só comi cupim na casa dos teus pais. Jamais vou esquecer.

    Ups!! Espero que a tua mãe não leia esse comentário. Afinal de contas eles nunca perceberam que nós ainda estávamos de ressaca na hora do almoço… hahahaha

  2. heheheheheh… você sinceramente acredita que eles nunca perceberam? 🙂 Uma carninha gorda para curar a ressaca é tudo de bom! Hum… que vontade de comer um cupim… Besitos

  3. Eba!!!!
    Que bom que vc gostou…..eu tambem sou super brunchera…

    Po e esse negócio de comer cupim….to fora. Eu nâo sou tamanduá….e sou vegetariana, hehe….

    Beijocas!

  4. Eu adoro brunch. Quando vocês descerem até aqui pra baixo, no rabo do mundo, experimentem o brunch do hotel Four Seasons de Buenos Aires. É algo inequecível, o melhor que já experimentei. Um banquete servido num palacete do século XIX, servido em toalhas de linho com talheres de prata!

  5. Oi, Augusto! Que chic! Buenos Aires vai ser difícil, quem sabe um dia… Adoro esses rituais, detalhes e frescuras, o alimento tem outro paladar, vira uma ocasião. Aí em Sampa, eu gostava muito do Empório Santa Maria, não sei se eles ainda servem o brunch, mas era muito bom.

  6. Oi, Vanessa! Eu achava que tamanduá comia formiga, mas quem sou eu para me meter na dieta do narigudo… 🙂

    Besitos

  7. Oi, Dani! Se quiser, a gente combina um domingo (que a gente consiga acordar… hehehehe). Besitos

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s