85 – Mala leche

Em dois meses completarei dois anos de Madri e mais de três fora do Brasil. Minha forma de olhar a cidade e o resto do mundo continua mudando.

 

Não tenho mais a sensação de estar me reconstruindo e a questão da identidade me parece resolvida. São pontos em constante transição e mais cedo ou mais tarde retornarão, mas não agora.

 

De repente, me dei conta que a maneira de me vestir e de pentear o cabelo mudou. Normalmente, essa é a ponta do iceberg, quando a gente muda por fora, provavelmente a mudança por dentro já aconteceu. Estou confortável com a aparência que levo, o quer dizer que a troca de pele acabou.

 

Não pareço espanhola e não me importa parecer. Não tenho vontade de me camuflar e ainda não sei se isso é bom ou mal, acho que um pouco dos dois. Por um lado ainda tenho muito carinho pela cidade, mas ao mesmo tempo, me parece tão provinciana que me cansa.

 

Quem sabe seja só o inverno que dê essa sensação de claustrofobia. Ainda que esse ano o inverno não me assustou nem um pouco. Saio no frio quase que desafiando a temperatura, você não me ganha!

 

Talvez seja só implicância. Ou quem sabe a mala leche é contagiosa e esteja mais espanhola do que me imagine.

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s