4 – A festa de inauguração do apartamento novo

Dia 20 de maio de 2006 foi nossa primeira festa no apartamento da Calle Montesa. Como meio mundo sabe, sempre que mudamos de casa, fazemos uma festa de inauguração, o que nos ajuda muito a começar com o pé direito. Amigos fazem que a energia do lugar melhore.

 

Uma coisa que acho legal é que, por motivos óbvios, as pessoas que Luiz conhece costumam ser muito diferentes das que conheço. Isso nunca foi um problema, pelo contrário, porque adoro conhecer gente de distintas tribos. E no fim das contas, todos passam a ser nossos amigos. Muito bem, quando damos uma festa maior, chamamos a todos e é uma mistura geral de profissões, vocações, idades e interesses. Ultimamente, também uma mistureba de nacionalidades. Mas não é que dá certo?

 

Essa festa foi bem informal, pedimos aos amigos para trazerem bebidas e fiz algumas comidinhas. Estava sem muita inspiração sobre o que cozinhar, mas uma amiga me passou duas receitas que foram um sucesso, uma de um antepasto de beringela e outra de um molho para comer com kani. Além disso, outra amiga trouxe um tabule que ajudou no clima de integração internacional, cultural, tribal ou sei lá como definir o que seríamos todos juntos.

 

Vieram mais de trinta pessoas. Considerando que não somos adolescentes e o apartamento é pequeno, era muita gente! Não tinha como convidar menos, aliás, infelizmente nem deu para convidar todos, quem sabe em uma próxima festa.

 

O som estava alto para burro e um vizinho veio pedir para baixar. Ele foi muito educado e tinha razão, baixamos. Mesmo assim, acho que incomodamos um pouco, vou tentar me redimir.

 

Não sei exatamente que horas acabou a festa. Só me lembro de perguntar aos últimos convidados se eles queriam ir ao El Junco para dançar e Luiz me dizer que já estaria fechando, pois eram quase cinco da manhã. Como assim? Para mim era no máximo umas duas e meia! Passou voando!

2 comentários em “4 – A festa de inauguração do apartamento novo”

  1. Oi encontrei seu blog a uma semana e a cada horinha de folga entro na net para ler seus post, estou simplesmente viciada sabe quando vc começa a ler um livro e gosta tanto que não quer largar,deseja saber o final mas torçe para que ele não acabe nunca pois é assim que eu sinto,estou adorando vc escreve muito bem ,gostaria de ter um blog mas não tenho essa facilidade para escrever.Parabéns seu blog é um show!!!

  2. Oi, Eliane!

    Obrigada e seja muito bem vinda! Quem sabe um dia você não se anime a ter seu próprio blog, às vezes, escrever também é uma questão de hábito. Besitos

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s