27 – Na Cidade Maravilhosa

Ao chegar no Rio de Janeiro, adoeci. Não me preocupei muito porque sei que é relativamente normal. Quando minha bateria acaba e relaxo, caio de cama, mas me recupero muito rápido. No dia seguinte, já estava bem de saúde outra vez.

 

Não tinha muito ânimo nem paciência para festas ou bares. Acho que estava para poucos amigos, meu objetivo era ficar mais com minha família e observar as coisas. Acordei cedo todos os dias, longos e cheios de coisas para resolver.

 

Senti vontade de navegar um pouco no passado, buscar origens. Aproveitei e viajei para Teresópolis, com meus pais, e para Cabo Frio e Búzios, com minha mãe. Em Teresópolis, fui jantar no restaurante Dona Irene, um dos meus favoritos e do Luiz também. Cabo Frio está muito diferente, às vezes é difícil reconhecer os lugares, está uma cidade bonita, mas tive dificuldade em me achar. Aproveitamos o meu único dia de praia e, aí sim, lembrei porque já foi possível eu ser morena. Búzios está a mesma coisa, pelo menos a Rua das Pedras, para mim foi mais agradável, talvez porque estivesse igual.

 

Dirigi bastante e até gostei! Estava um pouco enferrujada, mas definitivamente é como andar de bicicleta.

 

A saúde do meu pai me preocupa, ele não vem se cuidando como deveria e o excesso de peso vem trazendo uma série de problemas e desconfortos. Isso vem deixando minha mãe bem nervosa. Entretanto, ele é adulto e vacinado, a decisão não é nossa. A gente só pode torcer para que um dia a ficha caia, porque sua presença é importante para a família e para os amigos. Esperamos que ele busque auxílio, pois sozinho dificilmente conseguirá reverter essa situação. 

 

Minha mãe se cuida melhor, se esforça para ter uma boa qualidade de vida. Quando estou lá, ela me dá atenção tempo integral, às vezes fico até meio culpada de estar atrapalhando algum programa, mas a verdade é que aproveitamos bem o tempo.

 

Com meu irmão, estamos em uma situação estranha, um pouco afastados. Nos vemos e nos falamos normalmente, mas não é a mesma coisa. Algo esfriou e perdemos afinidades. A distância não ajuda muito, mas espero que o tempo volte a cruzar nossos caminhos em algum momento.

 

Sinto bastante saudade deles aqui. No dia-a-dia, não parece tanto, a gente se acostuma. Mas logo que volto de viagem ou quando eles voltam de uma visita, sinto um pouco mais. Nesse sentido, gostei de encontrar seus amigos do Rio, me dá a tranquilidade de sentir que eles não estão sós. E se funciona o velho ditado que quem dá um doce ao meu filho, adoça a minha boca… funciona também para quem dá um doce aos meus pais.

 

Encontrei a família do Luiz, que é parte da minha. Jantamos no restaurante do Círculo Militar. Não me lembrava de ter ido ali antes, mas gostei. Informal, agradável e com aquela vista linda! Aliás, essa importância para a “vista” é coisa do Rio, né? Vi meu sobrinho do coração, que havia me pedido uma camisa do Real Madrid. Está com doze anos e já já me passa em altura.

 

Para completar, consegui chegar a tempo de ver nascer a mais nova priminha, uma loirinha gorduchinha linda que nasceu enorme! No hospital, durante a visita, ainda encontrei meus primos e minha tia-madrinha. Nômade tem que aproveitar esses momentos para encontrar as pessoas!

 

Por fim, participei do meu único encontro social com amigos. Uma reunião de ex-alunos do Colégio Santo Antônio, no Fiorentina do Leme. São meus amigos de Brasília, algumas vezes falo deles.  Um dos casais, inclusive, nos visitou esse ano em Madri. Foi muito divertido encontrá-los todos, temos conseguido manter um vínculo de amizade bem bacana.

 

Havia passado quase três semanas e estava com saudades do Luiz, do Jack e da minha casa. Fica difícil para a gente viajar junto para o Brasil, principalmente nessa última viagem, que decidi adiantar meio em cima da hora.

 

Embarquei para São Paulo, onde passei o último fim de semana antes de voltar para Madri.

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s