89 – Expressões espanholas que nunca sei utilizar

Tenho uma amiga espanhola que é uma figuraça! Advogada, baixinha e invocada, parece que está constantemente ligada em uma tomada de 220 w. Sabe essas pessoas que você imagina que já acordam falando, gesticulando, rindo, reclamando… tudo junto! Pois me divirto com ela e com sua energia.

 

Mas há uma característica especial que me chama a atenção que é sua capacidade de tirar da manga e utilizar umas expressões curiosíssimas. Às vezes, fico na dúvida se são expressões comuns ou ela inventa na hora, porque sempre soam originais.

 

Ontem ela veio jantar aqui em casa, nos trouxe uma “torta boba”, típica de Alicante,  onde ela nasceu. É um bolo branco, simples e delicioso, que amo comer no café da manhã. Sabendo disso, vira e mexe ela traz para a gente.

 

Claro que não demorou dez minutos, começa ela a disparar aquelas frases ótimas que ficamos Luiz e eu, como é que é? E Luiz: habla en cristiano, ¡por favor!

 

Até que não me aguentei, peraí, vou buscar papel, caneta e anotar. Porque faço a maior força para decorar na hora, mas as risadas e o vinho me fazem esquecer muito rápido. E mesmo as expressões que consigo memorizar, nunca encontro uma brecha para soltar, assim naturalmente, em uma frase.

 

Aí que ela se empolgou e me deu uma lista!

 

Bom, se achava difícil decorar, traduzir se fez mais complicado ainda. Porque fora do contexto não é a mesma coisa. O legal é ela falando toda decidida e gesticulando espanholamente. A entonação é tudo! Mesmo assim, aceitei o desafio e descrevo abaixo o Corolário de Cris.

 

  • Si te gusta bien, y si no, te pones un lazo: se gostou, bem, se não gostou, põe um laço; ou seja, gostou bem, não gostou, problema seu.
  • Te voy a enseñar lo que vale un peine: vou te mostrar o que vale um… pente? Pois é, não tenho a menor idéia quanto vale um pente, mas isso falado em castelhano rapidinho é como, vou te mostrar o que é bom para tosse.
  • Donde no hay, no se puede pedir: onde não há, não se pode pedir. É usado de maneira a menosprezar, por exemplo, um imbecil.
  • Ser más corto que las mangas de un chaleco: mais curto que as mangas de um jaleco. Parecido com a expressão acima, utilizada para descrever um indivíduo de pouco alcance, um idiota. Dá para perceber que ela estava aborrecida com alguém, né?
  • Donde la espalda pierde su casto nombre: essa é ótima! Onde as costas perdem seu nome casto, vulgo, culo. A tomar por donde la espalda pierde su casto nombre!
  • Más pesao que una vaca en brazos:  pesao é abreviatura de pesado, tradução, mais pesado que uma vaca carregada nos braços. É que pesado aqui é muito utilizado para descrever alguém maçante, chato, difícil. Un pesao!
  • Pasar por los cojones: esse tem que ser dito com o rosto meio de ladinho, me lo paso por los cojones! As variações são, me importa un huevo, me importa un pimiento, me cago en diez. Não dou a mínima! Tô cagando e andando!
  • Corto de piel: pele curta. Essa requer uma explicação mais descritiva. É assim, quem tem a pele curta, quando fecha os olhos, digamos que outro olho se abre. Tradução: peidão.
  • No quieres té? Pues toma dos tazas: não quer chá? Pois toma duas taças. Não pediu? Então, agora não reclama!
  • Estar más perdido que Tarzan en un geranio: mais perdido do que Tarzan em um gerânio. Hein? Putz, me perdi também!
  • A dios rogando y con el mazo dando: essa tem uma certa conotação sexual. Na hora do “mazo dando” fica mais legal dando umas batidinhas na mesa.
  • Aqui te pillo, aqui te mato: outra com conotação sexual, no esquema vamos direto ao assunto. Esse para ser perfeito tem que dar uma olhadinha para baixo na hora do “aqui” e um sorrisinho imaginando a cena. Pode ser substituído por “menos li-lí-li y más la-lá-la”.

 

Pues, chati, ¡ya esta! Si te gusta, bien, y si no, te pones un lazo… ¿vale?

 

12 comentários em “89 – Expressões espanholas que nunca sei utilizar”

  1. Hahahaha…muito engraçado. Eu acho que nunca ouvi nenhuma delas, mas aqui tenho outras:

    Este cuando abre la boca se sube el pan. Dificil de entender, mas se relacionamos com uma mulher, é aquela que é bonitinha mas quando abre a boca estraga.

    No me vendas la moto. Não tentes me convencer.

    Essas são as que eu lembro agora! 🙂

  2. Oi, Glenda!

    Vou tentar decorar esse do “pan” para me exibir quando ela vier aqui em casa 🙂 O problema, outra vez, é encaixar em alguma frase!

    Se lembrar mais, pode contar que me divirto!

    Besitos

  3. Nossa, muito boas expressões! Eu tb nunca me lembro, vc fez bem em anotar, que assim será mais fácil lembrar e usar, ya verás! 🙂 besototes

  4. Hehehe, nao conhecia essas expressoes, só o “aqui te pillo, aqui te mato”. Preciso anotar as expressoes do Ernesto, às vezes ele fala umas coisas que morro de rir ( e ele ri também comigo quando solto alguma brasileira).

  5. Muito legal as expressões!

    Tava procurando expressões espanholas para um trabalho do curso que estou fazendo e achei ótimas as que encontrei aqui, dificil vai ser explicar em esponhol o que significa…

    Valeu Bianca!

  6. Adorei as expressões! Estou fazendo um trabalho e queria apresentar algumas pras pessoas. Muito boas mesmo! 😀

  7. Oi, Lisandra! Pois pode apresentar, são de domínio público. Agora, para ficar legal mesmo, tem que incorporar a atitude e os gestos 🙂

  8. RSRSRS. Adorei essas expreções! Eu to fazendo um trabalho de escola e garanto que meus colegas tambem vão adorar, continue colocando mais expreções.

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s