24 – Viagens a caminho e ao Caminho

Na segunda-feira, conseguimos nossa autorização de regresso à Espanha. É o seguinte, quando seu visto vence, você entra com o processo de renovação. Entretanto, até que seu novo período de estadia seja aprovado e sua carteira seja emitida, se você quiser deixar o país, precisa de uma autorização oficial.

 

Quando planejamos ir ao Brasil em maio desse ano, nos esquecemos desse detalhe da documentação e nossos vistos venceram em abril. Não é um problema, a renovação é praticamente automática, mas existe uma certa burocracia, passos e prazos a seguir e você não pode perdê-los.

 

Não sei se a gente já está mais acostumado ou o processo melhorou, mas dessa vez está sendo menos traumática toda essa encheção de saco dos vistos. Pelo menos, por enquanto, não gosto de elogiar nada antes de terminar.

 

O fato é que nossos planos de viajar em maio para o Brasil foram para as cucuias. Tudo bem, mas agora que as coisas se definiram melhor, finalmente marcamos nossas passagens para junho. Yes! Claro que estou rindo à toa.

 

Dessa vez, vou com Luiz. Acho que já contei que há uns cinco anos não vamos juntos ao Brasil. De maneira que estou tão animada que tenho até medo que apareça algum abacaxi. Credo, isola!

 

Acontece, que tinha um outro plano malévolo em paralelo, voltar a fazer mais um trecho do Caminho de Santiago. As épocas de se fazer são primavera e outono, por causa da temperatura. Portanto, estava só esperando definir essa viagem do Brasil para saber se botava o pé na estrada antes ou depois.

 

Depois, ficaria muito tarde, porque já seria verão. Logo, fui amadurecendo a idéia de ir antes. Sabia que seria muito difícil para Luiz ir comigo, ele não conseguiria assim duas férias seguidas. Tenho um amigo no Brasil que parecia animado, mas fiquei um tempo sem internet e nos desencontramos.

 

Tem umas coisas engraçadas, parece que quando você toma uma decisão, tudo começa a conspirar a seu favor. Enquanto estava nessa lenga lenga de vou não vou, nada se resolvia. Daí, essa semana me chegou um texto de um amigo do Rio que fez um bom pedaço do Caminho comigo e mantemos sempre contato. Ele está escrevendo sobre o Caminho de Santiago, que trilhou inteiro, e os textos são ótimos! Muito bem, justo essa semana chega o texto da chegada em León, que era meu principal objetivo dessa vez.

 

Pois me bateu os cinco minutos e comecei a cogitar a possibilidade de ir sozinha mesmo. No instante que Luiz marcou a passagem para o Brasil, passada a euforia inicial, sentei no computador e comecei a calcular quando poderia partir para a caminhada.

 

Mas vou ser franca, me deu preguiça. Andei relaxando e me despreparei um pouco, ganhei peso e perdi fôlego. Ontem, cheguei a conclusão que precisava tomar uma atitude e resolvi começar o treinamento no mesmo dia. Pensei, se eu esperar até a famosa segunda-feira, não vou.

 

Coloquei minha fantasia de peregrina, que nem me dá mais vergonha e saí para caminhar no parque. Aos poucos, fui me animando novamente e ganhando coragem.  Senti que não estava preparada e precisava correr atrás do prejuízo. O que você não soluciona no treinamento, vai sentir em dor no Caminho, não tem jeito. E se ia sozinha… melhor estar bem.

 

Assim que cheguei em casa, e-mail do meu amigo brasileiro com a corda toda, pronto para marcar a passagem e fazer o Caminho. Não é que terei companhia? Nem acreditei! Escrevi para meu outro amigo, o dos textos que espero virar um livro, e fiz algumas perguntas. Ele me respondeu se propondo a me ajudar com um roteiro. Show!

 

Dia 17 de maio, minha mochila estará nas costas! Dessa vez, vou tentar fazer uma mistura de caminhada, taxi e trem. É que só terei 10 dias e queria fazer uma passada geral, ao invés de um trecho específico. Gostaria de fazer a pé, pelo menos, uns 100 km, mas não é nada tão rígido.

 

Agora estou quicando, doida para começar! Sanduíche de Caminho de Santiago com Brasil! Ai, ai… são muitas emoções!

 

 

2 comentários em “24 – Viagens a caminho e ao Caminho”

  1. Adora meninas valentes e decididas!!!!
    É isso ai amiga, nada melhor que esse “Sanduichaoooo de Brasil e Caminho” .
    Boas caminhadas pra ti, e estarei te acompanhando pelo teu caminho!!
    O problema é que qdo vc posta eu nao trabalho pois nao consigo parar de ler srrsrs

    Beijossss nos vemos nesse finde né?

  2. Oi, Didis! Já estou monotemática novamente, só fico pensando em trechos e kms do Caminho!
    Besitos

Seja bem vindo a comentar! Sua resposta pode demorar um pouco a ser publicada.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s